Alto Nível

Discussões de alto nível acontecem no mundo sobre diatribes entre protestantes e católicos, lugar onde os protestantes tem disputado em nível de igualdade com intelectuais católicos. Contudo no Brasil a discussão é paródica entre pastores chorões e padres de voz fina, o que pesa contra os católicos pois não fosse a preguiça intelectual, católicos teriam mais meios de chegar a uma visão melhor da teologia protestante do que protestantes do catolicismo. Os evangélicos cuja maioria acredita que pornstars podem ser pastoras no dia seguinte à conversão não possuem treino o suficiente para analisar idéias complexas.

Sobra as caricaturas de quem fica acreditando que a sola scriptura é um argumento circular enquanto  usam do livre exame para confirmar suas doutrinas. Se isso é todo o poder de inteligência de quem se assenta à cabeça de santos milenares, conta-se muito a desfavor.

Os entendimentos da teologia protestante já tem idade de concílios católicos importantes, tratados com todo o respeito que os católicos possuem pelas tradições. Unidade por unidade, a igreja ortodoxa manteve a sua por iguais milênios sem a necessidade de uma autoridade central.

O protestantismo tem rusgas internas, mas observável que sempre em favor de maior ortodoxia – quase um culto moralista protestante. É também observável que o protestantismo ajudou o catolicismo com a popularização da bíblia: Hoje se todo católico conta com uma bíblia em casa é em parte pelos esforços da reforma.

Se não dá para se esforçar honestamente nesse conflito é bom deixar a apologética para os profissionais e manter um cristianismo puro e simples.

Depravados

Não existe melhor lugar para os moralmente depravados que a Direita: A única opção ideológica que aceita abertamente homens imperfeitos. Contudo é estranho que justo essas pessoas sejam enviadas com agilidade à posições de liderança do movimento, como se a conversão tardia fosse mais respeitável que a reflexão duradoura.

Daí quando os amadores que vão na frente explodem-se em esperados escândalos, o conservadorismo cai junto. Afinal, quem não percebe que a teologia da prosperidade é, como o ISIS, um grupo que só reúne cretinos?

Imperial

É correto afirmar que o cristianismo não se assume como uma religião de conquista imperial como o Islam, sua ambição é globalizante – unir a humanidade, porém aceitando suas diferenças, ao reino espiritual e por razão disso supera territórios inteiros por focar-se na salvação da alma individual, que livre não se mobiliza por ambições sociais e sim por empreendedorismo celestial: formar novos discípulos. – e não nacionalizante.

Contudo observa-se que inesperadamente a Igreja se assenta ao território unificado por conquistadores, warlords romanos e gregos que, doando esses sangrentos territórios ao cristianismo por este não foi rejeitado. Islâmicos, que são pré-cristãos em sentido político, só podem olhar para esse tipo de comportamento com um ceticismo que não ajuda avançar a causa da paz.

Figura

Se o diabo tem o mundo inteiro à sua disposição, governos, potestades etc.. é objeto de pergunta como ele exerce esse poder, e há duas opções:

Diretamente através de possessão, e Indiretamente através da reunião de dois fatores: sugestão e pecado original. O primeiro como Deus nos possui para o bem, o diabo pode possuir para o mal. O segundo ele conta com todo o poder da tentação que o homem, sem o espírito para resistí-lo, irá naturalmente serví-lo quando busca sua satisfação pecaminosa.

Nisso configura a busca diabólica pela mentira da negação da alma, se o homem está abandonado à sua figura mais baixa vencida pelo adversário, que obteve sua maior conquista pós-queda, só se pode naturalmente servir um senhor.

Eu, a Sabedoria

Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e acho o conhecimento dos conselhos.
O temor do Senhor é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.
Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria; eu sou o entendimento; minha é a fortaleza.
Por mim reinam os reis e os príncipes decretam justiça.
Por mim governam príncipes e nobres; sim, todos os juízes da terra.
Eu amo aos que me amam, e os que cedo me buscarem, me acharão.
Riquezas e honra estão comigo; assim como os bens duráveis e a justiça.
Melhor é o meu fruto do que o ouro, do que o ouro refinado, e os meus ganhos mais do que a prata escolhida.
Faço andar pelo caminho da justiça, no meio das veredas do juízo.
Para que faça herdar bens permanentes aos que me amam, e eu encha os seus tesouros.
O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos, desde então, e antes de suas obras.
Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra.
Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas.
Antes que os montes se houvessem assentado, antes dos outeiros, eu fui gerada.
Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem o princípio do pó do mundo.
Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo;
Quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo,
Quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra.
Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;
Regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens.
Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos.
Ouvi a instrução, e sede sábios, não a rejeiteis.
Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.
Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do Senhor.
Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.

Provérbios 8:12-36