Modesta

Ser abençoado por Deus ainda é melhor que ser abençoado pelos homens, mesmo que a benção seja dez vezes mais modesta. De que vale ganhar o mundo e diante do juízo, perder a alma?

O pouco ganho com justiça é mais valioso que o muito com injustiça. Nós reconhecemos o roubo porque o dono de todas as coisas é Deus e tomar do próximo é desconfiar de sua habilidade de emprestar suas posses (é daí que nasce também a responsabilidade dos prósperos pela administração). Quem rouba o rouba de Deus, e não há melhor definição para marxista que assaltante economista.

O justo aparenta ser mais Deus que homem mesmo que sofra suas tentações, pois é imitador de Cristo. Portanto atrai tão somente a quem busca a luz e a verdade, e é rejeitado pelos homens de trevas a quem combate, pese-lhe que sejam a maioria. Quem ama a Deus amará o justo como sua imagem, e o justo o amará. Idem Velle, Idem Nolle.

Vácuo

Se conservadorismo, como pregam intelectuais de direita como Pondé, Avena e Roger Scruton, é uma vacuidade moral, e “sendo um termo usado para descrever a transformação gradual, e não abrupta, como defendem os revolucionários e ancaps.” (sic) só sobra concluir que gramscismo, ou a revolução lenta do Brasil, é a pura expressão do conservadorismo.

Alto Nível

Discussões de alto nível acontecem no mundo sobre diatribes entre protestantes e católicos, lugar onde os protestantes tem disputado em nível de igualdade com intelectuais católicos. Contudo no Brasil a discussão é paródica entre pastores chorões e padres de voz fina, o que pesa contra os católicos pois não fosse a preguiça intelectual, católicos teriam mais meios de chegar a uma visão melhor da teologia protestante do que protestantes do catolicismo. Os evangélicos cuja maioria acredita que pornstars podem ser pastoras no dia seguinte à conversão não possuem treino o suficiente para analisar idéias complexas.

Sobra as caricaturas de quem fica acreditando que a sola scriptura é um argumento circular enquanto  usam do livre exame para confirmar suas doutrinas. Se isso é todo o poder de inteligência de quem se assenta à cabeça de santos milenares, conta-se muito a desfavor.

Os entendimentos da teologia protestante já tem idade de concílios católicos importantes, tratados com todo o respeito que os católicos possuem pelas tradições. Unidade por unidade, a igreja ortodoxa manteve a sua por iguais milênios sem a necessidade de uma autoridade central.

O protestantismo tem rusgas internas, mas observável que sempre em favor de maior ortodoxia – quase um culto moralista protestante. É também observável que o protestantismo ajudou o catolicismo com a popularização da bíblia: Hoje se todo católico conta com uma bíblia em casa é em parte pelos esforços da reforma.

Se não dá para se esforçar honestamente nesse conflito é bom deixar a apologética para os profissionais e manter um cristianismo puro e simples.

Depravados

Não existe melhor lugar para os moralmente depravados que a Direita: A única opção ideológica que aceita abertamente homens imperfeitos. Contudo é estranho que justo essas pessoas sejam enviadas com agilidade à posições de liderança do movimento, como se a conversão tardia fosse mais respeitável que a reflexão duradoura.

Daí quando os amadores que vão na frente explodem-se em esperados escândalos, o conservadorismo cai junto. Afinal, quem não percebe que a teologia da prosperidade é, como o ISIS, um grupo que só reúne cretinos?

Imperial

É correto afirmar que o cristianismo não se assume como uma religião de conquista imperial como o Islam, sua ambição é globalizante – unir a humanidade, porém aceitando suas diferenças, ao reino espiritual e por razão disso supera territórios inteiros por focar-se na salvação da alma individual, que livre não se mobiliza por ambições sociais e sim por empreendedorismo celestial: formar novos discípulos. – e não nacionalizante.

Contudo observa-se que inesperadamente a Igreja se assenta ao território unificado por conquistadores, warlords romanos e gregos que, doando esses sangrentos territórios ao cristianismo por este não foi rejeitado. Islâmicos, que são pré-cristãos em sentido político, só podem olhar para esse tipo de comportamento com um ceticismo que não ajuda avançar a causa da paz.

Figura

Se o diabo tem o mundo inteiro à sua disposição, governos, potestades etc.. é objeto de pergunta como ele exerce esse poder, e há duas opções:

Diretamente através de possessão, e Indiretamente através da reunião de dois fatores: sugestão e pecado original. O primeiro como Deus nos possui para o bem, o diabo pode possuir para o mal. O segundo ele conta com todo o poder da tentação que o homem, sem o espírito para resistí-lo, irá naturalmente serví-lo quando busca sua satisfação pecaminosa.

Nisso configura a busca diabólica pela mentira da negação da alma, se o homem está abandonado à sua figura mais baixa vencida pelo adversário, que obteve sua maior conquista pós-queda, só se pode naturalmente servir um senhor.