Geração

O Estado que distribui camisinhas nos colégios para crianças de 12 anos é o mesmo que defende o aborto como questão de saúde. O Estado que mais ataca a família deformando-a é o mesmo que quer criar os filhos dessa geração irresponsável dizendo aos filhos dos outros o que comer, o que fumar e o que aprender. É criando o problema e vendendo solução que a influência do governo cresce sobre uma sociedade cada vez mais imoral e incapaz de arcar com as responsabilidades da liberdade. O governo incentiva a imoralidade em todos os cantos, e por fim se vende como poder corretor, os problemas causados pelo Estado serão porventura resolvidos pela presença de mais Estado?

Qualquer auto-governo independente e intermediário que fica entre o Estado e a sociedade, seja do empresário em relação ao empregado, do portador de armas, do educador em relação aos educandos, da Igreja em relação ao fiel, dos pais em relação aos filhos, está no caminho da sua gula por poder.

Pudera ora pois, as pessoas não reclamassem que os seus governantes passassem tanto tempo sem trabalhar, com governantes assim, qualquer aumento de salário em prol de seus respectivos descansos é benéfico.