Não vos perturbe

Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade; Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões. Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho. Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda. (Filipenses 1:15-18)

O maior lamento da Igreja Evangélica no Brasil são alguns de seus líderes, corruptos e gananciosos, que publicamente roubam a população e acabam assim, caricaturizando o nobre serviço do pastoreio na opinião pública. Triste situação, mas meditando nisso, perguntei a mim mesmo: o que vale mais, ter menos dinheiro ou receber o evangelho? Ter um prejuízo passageiro ou ganhar  a vida eterna? Creio que a resposta é óbvia.

Querendo ou não, as pessoas recebem o evangelho, e mesmo o mais zeloso dos pastores pode também cometer erro que levem seus fiéis a alguma sorte de prejuízo, mesmo que não seja em ganho próprio, como os mencionados.

Mas não se alarmeis tanto, não é que não se combata a corrupção, mas que todos os pastores irão prestar contas a Deus e estes enfrentarão o Pastor das ovelhas, e se não receber um galardão menor do que as prostitutas e publicanos, receberá o salário do pecado. Não há razão para se inflamar e encolarizar-se com a cara de pau cuja ridicularização só os fazem sentir-se vítimas, nem mesmo esses pastores corruptos saem da regra de que Deus converte o mal em um bem maior.