Sobre anencefalia

Não dava para esperar outra coisa diferente que deuses de toga criem um mundo paralelo ao real, este criado por Deus, onde lá podem definir quem vive e quem morre, o barbarismo jurídico brasileiro mata qualquer esperança. Voto vencido mas argumento ganho, assim como foi voto vencido o de Jesus Cristo diante de Barrabás. Tirar a vida de um inocente porque esse não viverá longamente, é análogo a tirar o direito de propriedade de um pobre porque esse não acumula fortunas. Que Deus não tenha a menor piedade dessa nação, dos homicidas de toga e nos julgue com sua boa Justiça.