Da Carreira

Para compreender porque a paciência é uma virtude devemos ver a misericórdia divina em até no sofrimento Ele deseja que não sofremos desnecessariamente. Esperar com paciência é mais sábio que esperar com ansiedade, se é tempo de esperar, que adianta acumular dores sobre dores? Ora, o paciente, tal qual não duvidamos que o sol nascerá amanhã, não se perturba pois sabe que colherá o que plantou. Isso é fé, como entregamos tranquilamente nosso corpo aos cuidados de um médico em que confiamos e não damos palpites naquilo que não entendemos, entregamos nossa alma e destino a Deus com similar confiança. Já o impaciente, tal qual touro bravio, ao ser preso na adversidade, se debaterá e o laço o enforcará cada vez mais, enquanto o touro manso sabendo que há coisas com as quais não se pode lutar, será encaminhado lentamente sem dor.

Também faz bem pessoas que vivem por princípios morais e deixa-os guiar a vida ao invés de criar objetivos, sendo estes algumas, senão várias vezes em desacordo com os planos de Deus, causa falsa expectativas, e sofrimento quando viramos na curva que não queríamos, uma curva que nos aproximará mais de Deus, e menos de nossos objetivos.

Paulo, é um exemplo de pessoa que não buscou objetivos, o objetivo buscou a Paulo, de fato, o objetivo o fez cair do cavalo, sua queda foi sua ascensão, sua cegueira seu enxergar, foi escolhido pelo dever moral, escolhido pela cruz que devia carregar. Paulo não teve escolha, ao contrário dos revolucionários burgueses que buscam adornar-se e receber louvor com pietismo interesseiro nas causas que escolhem. Assim como, ao sermos assaltados pelo dever moral, não podemos escolher, e de fato, aquele que vai praticando o mal de pequeno mal em pequeno mal, evitando as rédeas da moral, está mais propenso a não suportar momentos de dificuldade na vida adulta, em que decisões difíceis devem ser tomadas, e falece pois sua frouxidão moral o minou devagar quando jovem, por isso sua maneira de pensar os problemas está corrompida, pois também pensa em desviar-se do peso da moralidade, sim, há adultos que pensam como jovens, porque não amadurecem nisso.

O mal sempre vai existir nesse mundo, é nossa postura que deve se adaptar a ele, se conviver com ele já é tão difícil, porque sermos cruéis conosco e com os outros?