Zoológico

Os campos de concentração ambientalmente corretos criados para isolar o aborígene da contaminação do homem ocidental é fruto do sonho esquerdista de viver sem dinheiro, de forma coletivista que justifica o vagabundo. Pois bem, esse sonho acaba onde começa os pernilongos e cobras, e o homem moderno, que compara o homem à animaizinhos, sabendo bem disso, não vê erro em tratar seu semelhante como animal de zoológico, aprisionando o homem “puro” nesse ambiente, visitando diariamente para relembrar o quão corruptos ficamos pelo conforto e riqueza. Em Jurassic Park ressuscitamos os dinossauros, não é similar a experiência multiculturalista de ressuscitar o primeiro homem?