Pobres

A esquerda crê que os pobres estão com ela porque desconhece que todo primeiro milhão nasce de um pobre, mesmo a enorme quantia herdada, seja do sucesso pessoal de um ou empilhada à gerações, de netos e bisnetos primeiramente nasceu de uma vitória do homem sobre a lei da escassez, tendo ele sofrido com ela, e essa lei ainda atinge os que como mau empreendedores, jogam prodigiosamente a boa fortuna de gerações ao lixo: Se o talento não passar por gerações, de nada adianta o acúmulo de riqueza. É no livre mercado que os pobres podem ascender socialmente, mas a penalidade tributária esquerdista à quem quer sair da pobreza o mantém lá.

E se tal disparate se configura verdadeiro, o que dizer do rico, do classe média de esquerda? Não é este o verdadeiro estocolmista, pois sendo amplamente denunciado seu apego à atividade econômica, aquiesce como bom hipócrita os robins hoods que lhe assaltam.