Ai

Até mesmo a esquerda, da forma mais cafajeste que se imagine, vira liberal e defende o erário e conservadora quando defende a virtude da modéstia, quando justifica o descumprimento de suas promessas épicas e arremessa a nação na igualitária miséria com sua opressão econômica. Enquanto os servidores acumulam riquezas para si e vivem mais na europa que no brasil ensinando aos que vivem no conforto como é bom ser terceiro mundo, choram aqui como característica patriótica as tradições folclóricas, apelando um retorno às raízes do latinismo primitivo, e os descontentes com as políticas que nos jogam à idade da pedra logo se tornam os traidores a serem criminalizados como consumistas que não podem ver a maravilha que é viver de lampião e andar à pé ou de jumento. A esquerda vai sonhar em Paris com um projeto de uma nação de virtuosos sábios gregos que ainda usam papiros, e lutar pelo facebook contra as tecnologias e a beleza do excesso de produtividade industrial, três vezes ai dos que amam a pobreza mais do que ama os pobres.