Minoria

A linguagem das minorias e maiorias é eticamente inválida, ser minoria é aspiração comum do perfeccionista, já que poucos são excelentes, o livre mercado aprova o que se sobressai da maioria, religiosamente Deus elege poucos apesar de chamar muitos, Noé por exemplo era uma minoria em sua época: a dos justos. Também, uma minoria da população é racista, e uma maioria não é, ninguém caminha com uma minoria que é violenta com homossexuais pois todos caminham com a maioria, e o que dizer de etnias quando as cores evanescem se descobrimos fazer parte da maior das maiorias que é a humanidade?

Jesus não caminhou com as minorias, mas com a minoria das minorias, os indivíduos. Revoltou-se com a opressão dos judeus oprimidos tão parecida com a dos progressistas, mas demonstrou cordialidade em frente aos captores romanos, criticou arduamente a teocracia judaica e defendeu o tributo à César, não poupou insultos à fariseus e tornou um coletor de impostos discípulo, chicoteou vendilhões no templo e declarou um centurião romano herói da fé. O conceito de coletividade do povo eleito judaico se desfez no amplo conceito de Igreja que põe o espiritual sobre o material, em vez de construir templos fez cada cristão solitário um templo.

Havia muita esperança no messias revolucionário, que traria libertação à espada aos judeus oprimidos sob domínio dos romanos opressores, mas Deus não obedece as expectativas humanas, Deus só enxerga indivíduos. O Messias do progressismo está sendo aguardado pelos judeus até hoje, só não o confundam com Jesus.