Neurônios

Ninguém é tolo de não imaginar que a repreensão de algo pode resultar em uma super reação, mas ladrões terem as mãos decepadas em alguns lugares do mundo não fazem do furto algo mais louvável e seus praticantes vítimas de intolerância.

Não é compreensível a cadeia imaginada pelos ativistas que a repreensão ao homossexualismo resulte em violência como resultado da religião pois os religiosos são tão homofóbicos quanto condenam outros vícios como o adultério, as drogas e o crime, contudo não se vê estatísticas de violência sobre estes iguais pecadores. Que os homossexuais se auto-categorizem como vítimas especiais é de uma profunda análise na sociedade secular,  já que a posição cristã ensina a não jogar pedras.

Se os ativistas pretendem prender homofóbicos tal qual racistas e passam o dia separando o joio do trigo, enviando homossexuais ao paraíso e pastores ao inferno, no lugar de Deus, acusando pastores e demais religiosos que representam de homofobia não se deve culpar qualquer pensante por um raciocínio simples: de que o movimento da tolerância sexual pretende colocar os seus oponentes políticos em especial os religiosos na cadeia. Isto está longe de soar paranóia a quem possui neurônios suficientes para ligar dois com dois.