Interpretação

Quem não faz distinção entre escandinavos e socialistas venezuelanos sofre de uma triste má interpretação de eventos, a corrupção para um pode beneficiar a vida pessoal de um ou dois políticos, mas a corrupção para outro é para benefício do partido, é usar a corrupção dos outros como instrumento político para avanço de uma agenda, compreende um golpe, um projeto de poder para atropelar a burocracia democrática.

Ninguém que votará em cubano irá entender essa apelação mas, deixem-lhes em paz pois não deixariam de votar no partido nem se a candidata ao cargo máximo do país tivesse pertencido a uma gangue de assaltante de bancos.