Candidata

Israel nasce da necessidade de existir um povo, portador da verdade e da justiça reveladas e não alcançadas pelo mérito humano, que sobreviva no mundo de pecado, confusão e impiedade, é o sonho de uma nação perfeita, reta e consagrada, um oásis para os justos viverem sem tribulação e perseguição, uma luminária para o mundo, entretanto Israel nem sempre esteve à altura de sua missão sendo atormentada por Deus quando rompe com o sagrado tendo como castigo seu povo disperso pelo mundo, sofrendo com o preconceito ao imigrante em algumas nações, e em outras, à convivência com o ímpio, culminando com a explícita defesa de seu genocídio na boca de islâmicos e nazistas.

A dificuldade de localização no mundo é a cruz que o cristianismo recebe no nascimento, a nação cristã não tem por fundamento a genética judaica mas a ética judaica, estando seu povo espalhado em várias nações e sofrendo perseguição, em menor ou maior grau, por rivais da eleição semita.

E isso é de se sugestionar a grande e mesma necessidade de existir uma nação singularmente cristã pelos mesmos fundamentos que deram origem à moderna Israel. Nisso parece claro que a nação de imigrantes cristãos, que é construída pela liberdade religiosa, é a melhor candidata ao cargo.